Fale Conosco: (21) 2298-2208 | Twitter da Fizzy Facebook da Fizzy Linkedin da Fizzy Google Plus da Fizzy Instagram da Fizzy Email de contato
Blog
19 dez 2012

Redes sociais e lojas virtuais agora juntas

Facebooktwittergoogle_pluspinterestlinkedinFacebooktwittergoogle_pluspinterestlinkedin

 
A todo momento agências e profissionais de marketing digital experimentam estratégias que sejam boas tanto para as empresas, quanto para os clientes. Não é novidade para ninguém que as redes sociais têm o poder de alavancar as vendas de produtos e serviços, se for usada de maneira eficaz.

Tentando aproveitar de forma mais inteligente a postura dos usuários – o engajamento, o curtir, o plus e o compartilhar –, algumas startups estão unindo as redes sociais aos e-commerces, de maneira velada, para que não só utilizem as redes como meio de aumentar vendas, como também conquistem consumidores em potencial para a marca.

A inovação do Pinterest e The Fancy

 
Podemos citar como pioneiras nesse tipo de estratégia as startups Pinterest e The Fancy. As duas misturam álbum de fotos com loja virtual, nos quais o público é o divulgador e, ao mesmo tempo, o cliente.

Após o cadastro nesses sites, os usuários começam a visualizar as fotos. E ao clicarem nas que gostaram, aparecem outros itens semelhantes. Além das imagens, uma etiqueta com o valor e o link dos produtos direciona o usuário diretamente para o local de compra do produto. Desta forma, toda a audiência presente nessas redes sociais pode se transformar em clientes em potencial.

Pinterest e Facebook despontam como Lojas Virtuais nas Redes Sociais

A diferença estratégica entre anúncios do Facebook e a prática da The Fancy

 
É comum associarmos as duas plataformas, pois elas são usadas pelas empresas com o objetivo de alavancar vendas de produtos e serviços. Já os anúncios do Facebook não podem ser comparados com o The Fancy, pois ele é efetivamente um site de vendas que tem jeito de rede social.

Na prática parece funcionar bem. O compartilhamento dos usuários no Pinterest, por exemplo, pode não levar à compra do produto efetivamente, mas deixa sua marca inserida em uma rede com mais de 10 milhões de usuários que podem não consumir, mas passar a desejar seu produto através de uma simples foto que viram no perfil de outro usuário.

Por isso, é necessário que o planejamento de marketing digital da sua marca seja direcionado para as redes sociais corretas, que podem não só aumentar o número de conversões, como também aumentar o número de consumidores em potencial.

Facebooktwittergoogle_pluspinterestlinkedinFacebooktwittergoogle_pluspinterestlinkedin
The following two tabs change content below.

Andrielle Bressane

Jornalista com um quê de publicidade. Tem no marketing digital a possibilidade de trabalhar com geração de conteúdo para WEB. Atua também como supervisora de conteúdo na agência Fizzy Marketing Digital.

Latest posts by Andrielle Bressane (see all)

  • 19 dez, 2012
  • Andrielle Bressane
  • 1 Comentários
  • Comércio Eletrônico, Marketing Digital, Pinterest, Redes Sociais, Social Commerce, The Fancy,

Compartilhar

Categorias

Comentários

Fagner
Gostei bastante.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *