Fale Conosco: (21) 2298-2208 | Twitter da Fizzy Facebook da Fizzy Linkedin da Fizzy Google Plus da Fizzy Instagram da Fizzy Email de contato
Blog
25 out 2012

Google ameça desindexar sites da mídia francesa

Facebooktwittergoogle_pluspinterestlinkedinFacebooktwittergoogle_pluspinterestlinkedin

 

Segundo a agência de notícias AFP, o legislativo francês estaria considerando uma lei que forçaria os sites de busca a pagarem por conteúdo exibido. O Google se pronunciou através de cartas enviadas para vários ministérios franceses, e ameaçou parar de indexar os sites da mídia francesa, principal apoiadora do projeto de lei, caso a proposta fosse aprovada, já que, “como consequência, seria obrigado a não mais fazer referência a sites franceses”. De acordo com o Google, pagar tais valores colocaria em risco a própria existência da ferramenta de busca.

A relevância e autoridade do Google como mecanismo de busca

Google é importante mecanismo de busca

A empresa divulgou que tem redirecionado, por mês, mais de 4 bilhões de cliques para as páginas da mídia francesa e afirma que suas atividades beneficiam os sites. Para o Google, “a lei será prejudicial para os usuários de internet e sites de notícias que se beneficiam de tráfego substancial”.

Já os pólos de mídia do país discordam da afirmação e apontam que o próprio Google lucra com a indexação das notícias e que, por isso, apoiam a lei que exige o pagamento para o site que gerou o conteúdo.

Projeto seria prejudicial para marketing digital das mídias francesas

 

O projeto de lei não leva em conta o usuário que utiliza os mecanismos de busca e se beneficia do mecanismo criado pelo Google, que dá fácil acesso a conteúdos mais relevantes com a palavra-chave digitada. As mídias, por sua vez, não estão pensando em como vão trabalhar o marketing digital sem que seus sites apareçam no maior buscador do mundo.

Por enquanto, ainda há dúvidas se a medida irá seguir adiante. Em 2011, um caso semelhante aconteceu na Bélgica, e acabou com o Google suspendendo por 3 dias a exibição de sites de notícias do país. Pelo visto, a mídia e o lesgislativo francês vão ter que rever o projeto de lei, se quiserem que a gigante das buscas ainda opere no país.

Facebooktwittergoogle_pluspinterestlinkedinFacebooktwittergoogle_pluspinterestlinkedin
The following two tabs change content below.

Andrielle Bressane

Jornalista com um quê de publicidade. Tem no marketing digital a possibilidade de trabalhar com geração de conteúdo para WEB. Atua também como supervisora de conteúdo na agência Fizzy Marketing Digital.

Latest posts by Andrielle Bressane (see all)

  • 25 out, 2012
  • Andrielle Bressane
  • 1 Comentários
  • Google, Marketing Digital, sites frances,

Compartilhar

Categorias

Comentários

Paulo
Gostei muito deste artigo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *